Migração para Firebird 2.5 a todo o vapor

A COLET Sistemas  informa que concluiu com sucesso a primeira fase de migração de seus sistemas baseados no Banco de Dados Firebird para a versão  2.5, a mais recente deste conceituado banco de dados Open Source.

Foram muitos meses investidos no trabalho de pesquisa, testes, adaptação das rotinas, limpeza de código, retirada de funções externas incompatíveis, ajustes de sintaxe para as novas regras (mais rígidas), mudança nos comandos dos executáveis e testes para que os bancos de dados de nossos clientes ficassem compatíveis com as duas versões: a antiga 1.5 e a nova 2.5.

A segunda fase deste processo, que é a conversão das bases de dados de nossos clientes, migrando da versão 1.5 para a nova 2.5 já está em andamento. Já temos, diversos clientes utilizando plenamente a nova versão, e podendo usufruir de alguns dos benefícios que a mesma proporciona.

Porém todo o potencial da nova versão só vai poder ser utilizado plenamente quando todos os clientes usuários do sistema COLET tiverem a sua base de dados na versão 2.5. Isto decorre da nossa política de atualização que faz com que  todos os clientes sempre possuam a versão mais atual do sistema. Desta forma, só a partir daí é que a COLET poderá vir a utilizar todos os novos recursos da linguagem, recursos estes que podem trazer os maiores benefícios de performance e agilidade no desenvolvimento. Esta será é a terceira etapa deste projeto.

Para chegarmos a este ponto, comunicamos que em breve todos os clientes serão contactados a fim de agendar esta migração, segundo as regras constantes nos respectivos contratos de licenciamento e manutenção.

Sobre o Firebird

O FirebirdSQL é um excelente e poderoso SGBD (Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados) – um banco de dados completo, com recursos dignos dos melhores e maiores RDBMS do mercado, suportado por diversos engines/linguagens de programação e com uma vantagem expressiva… trata-se de um Software Livre!

Desde a versão 2.0 do Firebird, o SGBD teve uma série de melhorias que aumentaram de forma significativa a performance, segurança e suporte a diversos idiomas e características de línguas e outras novas funcionalidades da linguagem SQLe também ampliou a confiabilidade e o suporte ao SQL standard, como suporte as Tabelas Derivadas, Sequences e Cursores em Stored Procedures, além de incorporar diversas novas funções nativas, tornando-o menos dependente de UDFs (funções externas).

Já entre as principais novidades do FB 2.5, que estamos adotando a partir deste momento, podemos destacar a nova arquitetura SuperClassic, unindo características do SuperServer com o Classic, fazendo com que o Firebird tire total proveito de máquinas SMP ou multi-core, preparando o terreno para o compartilhamento do cache de dados entre as conexões, recurso previsto para o Firebird 3.

A TraceAPI, incluída nessa versão, permite acompanhar, em tempo real, tudo que está acontecendo no servidor. Outro recurso muito aguardado, e implementado no FB 2.5, é a possibilidade de acessar outras bases de dados Firebird, de dentro de triggers e/ou stored procedures.

 

Publicado em quarta-feira, 29 maio, 2013, em Notícias, O sistema COLET. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: