COLET Manufatura

ManufaturaO SISTEMA COLET GESTÃO EMPRESARIAL – Versão MANUFATURA – foi trazido ao mercado em sua primeira edição no ano de 2003, sendo a terceira variação do Sistema COLET nascido em 1998 e oriundo da necessidade da nossa empresa em atender de forma mais abrangente em suas soluções verticais, pois detectou a inexistência de ferramentas de controle de produção em tempo real para a indústria de transformação. O COLET tem como ponto central a interface com uma rede de microcomputadores para coleta de dados estratégicos instalados na planta. Fornece informações em tempo real sobre o andamento dos processos produtivos, permitindo a consulta instantânea sobre a situação de qualquer Ordem de Serviço ou Pedido na empresa, bem como a geração dos indicadores requeridos pelos tomadores de decisão da empresa.

O COLET surgiu para monitorar, controlar e gerenciar indústrias através de tomadas de decisão precisa, a fim de mantê-las competitivas no mercado.

ESTRUTURA DO SISTEMA

O centro do COLET MANUFATURA é a especificação das fichas técnicas de engenharia de produto e seus roteiros de produção principais e alternativos, quando houverem, onde são inseridas todas as etapas e locais pelas quais as matérias primas e/ou subconjuntos devam passar durante o processo de produção, desde a saída do almoxarifado até a sua disponibilização para a expedição. Através dos microcomputadores (customizados para uso dentro de uma planta industrial), são informados todos os inícios, interrupções e términos de cada etapa de produção.

Manufatura2

Com isto, o sistema COLET consegue gerenciar de forma Online e em realtime todos os locais de produção, visualizar em gráfico a situação destes locais, das remessas, das OF’s e dos pedidos, assim como permite aos usuários consultar dados técnicos e imagens de projetos contidas nas fichas técnicas dos produtos em elaboração.

O COLET prevê o gerenciamento completo de toda a unidade fabril da empresa, entendendo e interpretando de forma independente as etapas de produção, terceirizações e controles de saldos com detalhamento.

ALGUNS DOS BENEFÍCIOS

INTERFACE COM O USUÁRIO:

  • Fácil utilização;
  • Telas padronizadas e Múltiplas janelas;
  • Diversos critérios de seleção em consultas e relatórios;
  • Uso de cores para sinalizar tendências;

INTEGRAÇÃO E CONCEPÇÃO DO SISTEMA:

  • Redução drástica das entradas de dados;
  • Eliminação de redundâncias;
  • Precisão das Informações;
  • Informações em Tempo Real;
  • Informações ON LINE de qualquer lugar do Mundo;
  • Preço correto aos Produtos e Serviços;

Com o Inovador Sistema de Gestão COLET MANUFATURA, as indústrias conquistam vantagens competitivas já que todas as informações geradas são armazenadas e estruturadas em indicadores, sinalizadores de tendência, ou seja, níveis baixos de caixa, quebras de produção, carregamento de estoques (estoque em excesso), preços abaixo do custo, demonstrativos ineficientes, mão-de-obra e instalações ociosas, roteiros de produção não otimizados, entre outros questionamentos.

Através das funcionalidades do Sistema de Gestão COLET, os gestores podem gerenciar e evitar estas questões.

MÓDULO: MANUFATURA

ENGENHARIA

  • FICHA TÉCNICA – Egenharia de Produto completa, numa única tela: Estrutura (com itens alternativos), Roteiros (principal e alternativos), acessórios, informações comerciais e fiscais, anexos (fotos, desenhos, documentos);
  • Definição dos possíveis LOCAIS DE ESTOQUE dos produtos/matérias-primas para facilitar a localização dos mesmos pelos usuários;
  • DESCRITORES: informações adicionais, dinâmicas, criadas pelo próprio usuário a fim de melhor detalhar seus produtos. O sistema permite a inserção de informações distintas, sendo estas totalmente configuráveis, onde é possível designar classes para os itens e a partir desta classe, criar informações que descrevem estas particularidades que podem ou não serem obrigatórias bem como designadas opções, livre digitação ou ambas;
  • A ESTRUTURA DE ITENS permite a definição de quais componentes/matéria-prima compõem o produto, facilitando importações de outras estruturas pré-existentes de forma ágil e eficaz e disponibilizando-as para ajustes posteriores;
  • Através do MRP temos condições de informar dados pertinentes aos produtos/matérias-primas a fim de definir seus lotes padrões de compra e produção, pontos de reposição do estoque de matérias-primas e produtos industrializados, e dados adicionais destes produtos/matérias primas;
  • Os ROTEIROS DE PRODUÇÃO podem conter um roteiro principal e diversos roteiros alternativos para os produtos, informações quanto a equipamentos e recursos a serem utilizados nas etapas, tempos de SETUP e processo por item/lote padrão, vínculo com instruções de trabalho/normas da qualidade, além de facilidades diversas de importação de roteiros de outros produtos existentes e sua fácil edição;
  • CLIENTES/FORNECEDORES podemos definir tanto para matérias-primas quanto para produtos de venda como nossos fornecedores/clientes denominam tais itens a fim de facilitar as emissões de ordens de compra ou notas fiscais, vinculando a estes, os nomes ali registrados. Também utilizado na prática de EDI;
  • O controle de LIBERAÇÕES/APROVAÇÕES de produtos/matérias-primas no qual a Engenharia, Compras, Vendas e Processos devem conceder seus “OK’s” a fim de liberar estes para compra, venda ou produção;
  • Podemos ter a vinculação de ANEXOS, imagens, fotos, desenhos gerados por softwares de CAD ou ainda arquivos no formato PDF vinculados à engenharia entre diversos outros;
  • Nas INSPEÇÕES podemos agregar informações de inspeções diversas dos produtos/matérias primas para fins de conferência da qualidade e outros aspectos;
  • O CONTROLE DE CÓPIAS E ALTERAÇÕES DE DESENHOS é uma sofisticada ferramenta de gestão de distribuição de cópias de projetos, controladas por senhas entre quem distribui e quem as recebe, carta de acompanhamento, controle de Solicitações de Modificações (SM’s) de projetos/produtos, também solicitando internamente na ferramenta pareceres de aprovação ou desaprovação;
  • CONVERSOR inteligente de UNIDADES DE MEDIDAS;

VENDAS

  • Permite a elaboração de orçamentos padronizados, cópia de orçamentos, envio por e-mail;
  • Obtém dados de orçamentos para pedidos de venda;
  • Cadastro de Listas de Preços;
  • Formação de preços de venda além de análise de desempenho;
  • Apuração de custo STANDARD, baseado na estrutura de produtos e processos de fabricação;
  • Definição de taxas e índices Para formação de preços de venda dinâmicos, definidos pelo usuário;
  • Análise de Crédito de Clientes e Pedidos;o Análise de Demanda (Vendas/Consumo);
  • Registro e acompanhamento de contatos de telemarketing;
  • Cadastro de Metas Mensais de Faturamento;
  • Geração de tabelas dinâmicas (Excel) para análise de desempenho de Vendas

PCP

  • GERAÇÃO DE ORDENS feitas de três formas distintas: por PEDIDOS, DEMANDA e AVULSA;
  • Consulta de Ordens de Fabricação;
  • Permite apuração de análise prevista x realizado;
  • Cálculo automático das ordens de fabricação considerando o realizado;
  • Integração com coletores de dados para apontamentos de horas e baixas automáticas de materiais;
  • O COLET disponibiliza ao PCP uma poderosa ferramenta de programação da produção nos postos de trabalho com auxílio gráfico e apoio do roteiro e dos tempos do banco de dados.
    • As diversas etapas produtivas das Ordens de Fabricação serão alocadas aos postos de trabalho compatíveis (máquinas ou células produtivas) existentes na planta da empresa.
    • O sistema fornecerá de forma visual subsídios para evitar que o programador exceda a capacidade de cada posto. Esta capacidade expressa em horas e minutos é o que o sistema chama de “Baldes de Tempo”.
    • Gráficos exibem a capacidade de cada “Balde” e a sua ocupação até o momento. Baldes com excesso de carga poderão ter suas tarefas rapidamente transferidas para outros “BALDES” compatíveis.
    • Relatórios de programação orientarão o pessoal de chão de fábrica sobre as tarefas a executar no dia ou na semana.
  • Gráfico de Ocupação de Máquina
  • Estoque Projetado: Estoque atual (físico) + Entradas planejadas(OF’s/OC’s em aberto) + Saldo terceiros (Serv. externo) – Saídas planejadas (Pedidos em carteira/OF’s em aberto)
  • Layout gráfico da planta industrial com dados em TEMPO REAL de cada posto operativo, seu status do momento e dados imediatos quando consultado.
    • Identiicação do operador;
    • Ordens de Produção;
    • Processos (Setup, limpeza, troca de ferramentas, etc…);
    • Rejeitos na etapa;
    • Busca de materiais do almoxarifado apoiada por meio eletrônico / código de barras;
    • Controle de Quebras;
    • Identificação dos lotes de matéria-prima diretamente na planta e no recebimento;
    • Rastreabilidade em tempo real e histórica a partir das ordens de produção (OP);
  • Controle de Quebras traz informações detalhadas das perdas na produção por motivos. Estes motivos são previamente cadastrados de acordo com a necessidade de cada empresa. Os relatórios detalham as informações contidas no gráfico, informando ainda a quantidade de matéria-prima/componentes para a quantidade produzida e também para a quantidade de quebra.
  • Consulta a Carga Máquina com gráficos referentes aos Processos e Recursos vinculados às Ordens de Produção não encerradas e totalizam as horas previstas de cada Processo e/ou Recurso constante dos roteiros de cada uma destas OF’s.

Além disto, o novo módulo opcional MRP, na sua versão 2, aplica os conceitos do Material Requirement Planning (Planejamento das Necessidades de Materiais) para obtenção do melhor resultado de programação de produção, menores níveis de estoque e pronto atendimento às necessidades da fábrica e dos clientes. Clique AQUIAQUI para saber mais.

QUALIDADE

  • Considera inspeções de lotes, ensaios e emissão de laudos;
  • Integração com recebimento de materiais, produção e expedição;
  • Permite rastreabilidade de lotes de entrada, processo e expedição;
  • Controle de Quebras traz informações detalhadas das perdas na produção por motivos.
    • Estes motivos são previamente cadastrados de acordo com a necessidade de cada empresa. Os relatórios detalham as informações contidas no gráfico, informando ainda a quantidade de matéria-prima/componentes para a quantidade produzida e também para a quantidade de quebra;

FATURAMENTO

  • Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas, avulsas ou a partir de pedidos (total ou parcial), com cálculo automático de totais e tributos;
  • Cálculo de Comissões de Representantes;
  • Geração de lançamentos financeiros, movimentação de estoque, integração fiscal (Sintegra, SPED Fiscal), e contábil.
  • Cálculo de volumes para formação da carga;
  • Controle de entradas de materiais para industrialização;
  • Controle de Notas Fiscais de Remessa;
  • Geração de Notas de Transferência de ICMS;
  • Cadastro e configuração de diversos modelos de Notas Fiscais;

Ainda temos os módulos administrativos, 100% integrados ao sistema. Clique abaixo para conhecê-los:

 

 

Abaixo, algumas telas do sistema:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: