Sistema COLET CURTUME

O sistema COLET Curtume foi apresentado ao mercado em sua primeira versão no ano de 2000, oriundo da visão da COLET que detectou a inexistência de ferramentas de controle de produção em tempo real para a indústria coureira, tanto para Curtumes de Ribeira como de Acabamentos, ou ambos os casos no mesmo. O COLET tem como ponto central a interface com uma rede de coletores de dados estratégicamente instalados em chão-de-fábrica, que fornecem informações em tempo real sobre o andamento dos processos produtivos, permitindo a consulta instantânea sobre a situação de qualquer Ordem de Serviço ou Pedido na empresa.

Curtume

Estrutura do sistema

O centro do COLET Curtume é a especificação dos diversos artigos e seus roteiros de produção onde são inseridas todas as etapas e locais pelas quais o couro deve passar durante o processo de produção, desde a saída da barraca/Salgueiro até a sua disponibilização para a expedição e estes podem ser um dos seguintes tipos: Fulão, Acabamento ou Normal.

Os artigos cadastrados no COLET podem ser discriminados com uma ou mais variações, que representam os diversos clientes e/ou os diversos acabamentos que cada artigo pode ter. Exemplo: NAPA XYZ pode ter variações especificadas para cor branco e preto; além disto para o Cliente A e para o Cliente B, totalizando então até quatro variações neste caso. Cada uma destas variações pode ter diferentes roteiros de produção, diferentes composições químicas dos fulões pelos quais passará e diferentes insumos de acabamento, como pode ser visto no diagrama de estrutura do sistema, da página a seguir.

Assim, cada etapa do tipo Fulão recebe o cadastro de uma Fórmula de Recurtimento, onde são especificados todos os Banhos que o couro pode receber, a composição química destes banhos (insumos a ser utilizados), os tempos, a temperatura e eventuais observações do processo. Estas fórmulas geraram Fichas de Recurtimento, que serão impressas uma para cada etapa de fulão existente no processo.

Já as etapas do tipo Acabamento geraram uma Ficha de Acabamento, documento a ser impresso que reune as especificações de todas as etapas de acabamento do processo, com a definição dos insumos a serem utilizados em cada uma destas etapas. O COLET oferece ainda diversas facilidades para o cadastramento e controle de roteiros, Fichas de Recurtimento e Fichas de Acabamento. Ele permite, por exemplo, que estas informações sejam cadastradas no mesmo momento da entrada dos dados do artigo/variação ou mais tarde, apenas quando a ficha se fizer necessária na produção. Além disso, estas fichas ainda podem ser “importadas” de outras fichas semelhantes, anteriormente cadastradas, sejam estas do mesmo artigo ou não, podendo então sofrer modificações para atender às necessidades da nova variação.

O COLET permite o cadastramento de fórmulas básicas de recurtimento, sem vínculos com artigos específicos, que também podem servir de base de importação para novas variações, tudo a clic do mouse. Uma variação pode ter diversas versões de fórmulas de recurtimento cadastradas, pois o COLET permite que mudanças implementadas no decorrer do tempo sejam registradas sem que haja perda do histórico de produções anteriores. O COLET mantém ainda o vínculo de uma determinada fórmula com as OSs nas quais ela foi utilizada. O técnico responsável pode registrar que uma fórmula foi revisada e o COLET registrará esta informação juntamente com a data, hora e nome do técnico responsável pela revisão.

estrutura do sistema

Para cadastrar os pedidos é necessário apenas que o artigo esteja criado. Se não houver nenhuma variação cadastrada para o artigo, cliente e cor o COLET criará automaticamente esta variação. As informações de roteiro e fórmulas, entretanto, que normalmente não são de responsabilidade e nem de conhecimento da pessoa que cadastra o pedido, não serão preenchidas neste momento. Quando da geração das ordens de serviço referente a estes pedidos, o sistema informará através de cores distintas na tela as ordens de produção cujo artigo/variação ainda não possua roteiro, e permitirá então o cadastramento deste, possibilitando importá-lo a partir do roteiro padrão do artigo, de outra variação do mesmo artigo ou até mesmo de outros artigos com roteiros semelhantes e em seguida informar modificações do novo roteiro em relação ao importado.

O mesmo acontece no momento da emissão das Fichas de Recurtimento ou das Fichas de Acabamento: o sistema distinguirá as fichas não preenchidas ou não revisadas, permitindo o cadastramento / revisão das mesmas neste momento, com as facilidades de importação já descritas.

formula de recurtimento

Controles

O COLET controla o estoque físico dos couros, identificando-os por tipo de couro e procedência (fornecedor) quando o couro é do próprio curtume, ou por cliente e NF de Entrada quando o couro é do Cliente do Curtume (beneficiamento para terceiros). O lançamento da entrada do couro no Estoque pode ser feito tanto no microcomputador quanto em qualquer coletor de dados disponível. A partir da emissão das Ordens de Serviço é que o sistema COLET Curtume começa a mostrar sua principal característica: o controle da produção em tempo real. Cada OS é impressa com os dados principais do pedido e o roteiro de produção e identificada através de um código de barras.

No momento em que o couro é medido e separado para começar seu processo de produção é feito o primeiro lançamento no coletor de dados ou PC, que fará com que o estoque do couro seja diminuído nas quantidades informadas. Deste momento em diante, todo início e término de etapa pela qual o couro passar deverá ser registrado através da leitura do código de barras da OS e do código do local, disponível em fichas pré-impressas colocadas junto a cada coletor.

homem chao de fabrica

A partir destas informações, o sistema tem condições de dizer a qualquer momento em que local se encontra determinada OS, quais as etapas pelas quais o couro já passou, quanto tempo ficou em cada local e quanto deste tempo foi produtivo e quanto foi de espera para início da etapa. É possível consultar as OSs que se encontram em cada local, de forma bastante simples, identificando com cores diferentes as OSs que estejam efetivamente em produção, as OSs com produção interrompida e as OSs encerradas que ainda não foram para a etapa seguinte.

consulta de ordens de servico

Através da consulta de Pedidos pode-se visualizar todas as OSs geradas para cada pedido, toda a movimentação de estoque de couro realizada para cada Os (saídas de couro, descartes e reclassificações), fazer um comparativo de roteiro previsto em relação ao roteiro efetivamente realizado, tanto em termos de etapas quanto em termos de tempos e de custos. E também visualizar as fórmulas de recurtimento utilizadas em cada etapa de fulão.

consulta de pedidos e OSs

Custos

Uma das maiores preocupações de todo empresário é em relação aos custos. Ele deseja saber, inicialmente, o preço que deve ser cobrado referente a cada produto, baseado em informações confiáveis e atualizadas de insumos, impostos, custos financeiros e margem de lucro esperada. Depois de fechado o negócio, ele deseja saber se a margem de lucro esperado foi obtida ou se problemas no processo diminuíram ou anularam esta margem. Responder a estas dúvidas foi uma das metas que o desenvolvimento do COLET Curtume buscou atingir.

Através da indicação do custo de aquisição do couro, do roteiro de produção, das fórmulas de recurtimento e de acabamento, o sistema tem condições de realizar o cálculo do custo de produção de cada artigo. Com mais algumas informações, como percentual de impostos, margem de lucro e custos financeiros, ele calcula o preço de venda e pode emitir uma proposta a ser enviada ao cliente. Porém, caso exista um preço a ser atingido, em decorrência de oferta da concorrência ou contraproposta do cliente, o sistema realiza o cálculo ao contrário e calcula a margem de lucro a ser obtida se tal preço for utilizado. Após a venda, depois de concluído o processo produtivo daquele pedido, o sistema permite visualizar, instantâneamente, o custo efetivamente realizado, identificando para cada OS os custos de insumos de fulão, custos de insumos de acabamento e custos de mão de obra. Além disso calcula a margem de lucro (ou prejuízo) realmente obtida no processo.

manutencao de custos

Treinamento dos usuários

Por envolver a utilização de coletores de dados pelo pessoal de produção, a realização de um bom treinamento operacional para este pessoal é um dos requisitos para a implantação bem sucedida do COLET Curtume. Porém, a experiência mostra que com este treinamento e um acompanhamento nos primeiros dias, em pouco tempo as informações já passam a fluir com agilidade e exatidão. Isto é assim porque desde o início os produtores do COLET procuraram tornar esta operação o mais simples possível. O único pré-requisito para operar o sistema nos coletores é saber ler, a fim de poder responder corretamente às perguntas feitas pelo coletor e identificar os códigos de barras corretos na folha de códigos, pela sua descrição.

Já o sistema que roda nos computadores é também bastante intuitivo. Qualquer pessoa com uma experiência básica na operação de micros pode utilizá-lo. No seu desenvolvimento foram utilizadas diversas técnicas visuais, como o uso intensivo de cores para representar diversas situações, que tornam a operação simples e agradável.

 Integração com outros sistemas e módulos opcionais

O sistema COLET Curtume pode ser facilmente integrado a outros sistemas existentes na empresa, permitindo por exemplo a geração de lançamentos de saída de estoque de insumos utilizados no processo, ou a entrada de dados de pedidos / OSs através da importação destes dados de outros sistemas, se necessário.

Podem ser anexados ao sistema ainda diversos outros módulos opcionais. Outros módulos podem ser feitos sob medida, tais como o de visualização de mensagens em painéis eletrônicos com informações obtidas em tempo real do sistema, ou interfaces com balanças eletrônicas / máquinas de medição de couro ou interface Web para consulta de dados através da internet.

O sistema foi desenvolvido utilizando-se banco de dados relacional em arquitetura cliente/servidor e “open source”, sem custo de aquisição, Firebird, o que garante economia para a empresa sem prejuízo da disponibilidade e eficiência do sistema.

Benefícios obtidos com a adoção do sistema

Dentre os diversos benefícios obtidos com a adoção do sistema COLET Curtume podemos enfatizar os seguintes:

  • Maior controle sobre a produção, pois o responsável tem condições de saber a qualquer momento, em tempo real, onde está determinada OS/Pedido ou, ao contrário, saber quais OSs / Pedidos se encontram em cada ponto de sua produção.
  • Melhor atendimento ao cliente, devido a facilidade de obter informações a respeito do andamento de seus pedidos.
  • Facilidade para o tratamento de exceções de produção, como realocação de OSs para outros pedidos ou clientes, reclassificações de couro, descartes de couro, etc. A maioria destes procedimentos podem ser executados tanto nos microcomputadores quanto nos coletores de dados.
  • Agilidade e exatidão na definição de preços de venda, com arquivamento de histórico de preços calculados
  • Verificação da margem de lucro obtida por OS ou pedido em relação à margem prevista.
  • Rastreabilidade do processo produtivo a qualquer tempo.

Ainda temos os módulos administrativos, 100% integrados ao sistema. Clique abaixo para conhecê-los:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: