Arquivo da categoria: PCP & Produção

Evento: Gestão para Inovação nas Indústrias

ConviteMKT2

A segunda edição do evento que a Colet prepara anualmente para os seus clientes e convidados especiais, já tem data e local marcado. E vai contar com 3 palestrantes que vão abordar assuntos relacionados ao tema central: Gestão para Inovação nas Indústrias.

Conheça os palestrantes do evento:

Roberto Herrera

roberto hererra

Karina Rebelo

karina

Felipe Menezes

felipe

inscrições

1º lote: R$30,00

2º lote: R$50,00


Data e local 

convite

Horário:

das 16h30 às 20h30


Programação:

  • 16h30 – Recepção | Networking
  • 17h00 – Abertura
  • 17h15  – Palestra 1: TRANSFORMAÇÃO DIGITAL: O DESAFIO DA GESTÃO ESTRATÉGICA
  • 18h15  – Palestra 2: O NOVO PERFIL DA LIDERANÇA DO FUTURO
  • 19h15  – Palestra 3: A ERA DAS INOVAÇÕES EXPONENCIAIS
  • 20h15 – Palestra 3: Coffee com Networking

Maiores informações, envie um e-mail para eventos@coletsistemas.com.br

4 objetivos do PCP e as perguntas que eles ajudam a responder

O planejamento e controle da produção diz respeito ao atingimento de 4 objetivos que se complementam:

  • Programação da produção;
  • Carregamento de máquinas e postos de trabalho;
  • Sequenciamento e priorização da produção;
  • Monitoramento da produção.

Veja na sequencia o detalhamento de cada um deles.

gestao-visual-empresarial

Leia o resto deste post

Bloco K – adiado a obrigatoriedade para pequenas e médias empresas

bloco kO Ajuste SINIEF 8, de 2 de outubro de 2015 (DOU 08.10.15) estabelece novos prazos para a entrega do tão falado Bloco K do SPED Fiscal. e com isto os contribuintes de menor porte passam a estar obrigados à entrega em 2017 ou 2018. O Critério principal para isto é o faturamento.

A geração do Bloco K na EFD passa a ser obrigatória a partir de:

1º de janeiro de 2016: (leia atualização aqui)

a) para os estabelecimentos industriais classificados nas divisões 10 a 32 da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) pertencentes a empresa com faturamento anual igual ou superior a R$300.000.000,00;
b) para os estabelecimentos industriais de empresa habilitada ao Regime Aduaneiro Especial de Entreposto Industrial sob Controle Informatizado (Recof) ou a outro regime alternativo a este;

1º de janeiro de 2017

para os estabelecimentos industriais classificados nas divisões 10 a 32 da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) pertencentes a empresa com faturamento anual igual ou superior a R$78.000.000,00;

1º de janeiro de 2018

para os demais estabelecimentos industriais; os estabelecimentos atacadistas classificados nos grupos 462 a 469 da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) e os estabelecimentos equiparados a industrial.”.


Importante:

  • Para fins do Bloco K da EFD, estabelecimento industrial é aquele que possui qualquer dos processos que caracterizam uma industrialização, segundo a legislação de ICMS e de IPI, e cujos produtos resultantes sejam tributados pelo ICMS ou IPI, mesmo que de alíquota zero ou isento.
  • Para os efeitos deste ajuste, considera-se faturamento a receita bruta de venda de mercadorias de todos os estabelecimentos da empresa no território nacional, industriais ou não, excluídas as vendas canceladas, as devoluções de vendas e os descontos incondicionais concedidos;
  • O exercício de referência do faturamento deverá ser o segundo exercício anterior ao início de vigência da obrigação.

Fonte: Diário Oficial da União


Embora adiada a obrigatoriedade, cabe salientar que a COLET estava em vias de iniciar os treinamentos para as adequações necessárias nas rotinas e processos dos seus clientes a fim de atender à mais esta obrigação acessória, uma vez que o Sistema COLET está apto a gerar tais informações, desde que corretamente registradas no banco de dados do sistema.

Coleta de Dados através de Touch Screen

O módulo do sistema COLET utilizado para coleta de dados na produção (clt400), possui nova versão disponível para uso em computadores com tela touch screen. Com ela não é necessário o uso de teclado, mouse e nem de listas impressas com os códigos de máquina, processos, tipos de parada, etc… tela touchscreenÉ possível utilizar o recurso touch screen, para preenchimento de todas as informações.

A inclusão da ordem de produção nos eventos, pode ainda ser feita utilizando scanners para leitura do código de barras.

Para utilizar esse novo recurso, a empresa deve possuir PC com o recurso de tela touch. Para habilitá-lo, sem custos adicionais, ou para agendar uma visita técnica para treinamento, basta solicitar ao nosso suporte técnico via abertura de ticket ou pelo telefone (51) 3097-1210).

Ivan J. Martins

Diretor Comercial – ivan@coletsistemas.com.br

Skype: ivan_colet

Novo Cliente no Equador – FRANCELANA S.A.

francelanaNo final de 2014 o sistema Colet passou a atuar na linha de produção da FRANCELANA S.A., uma das indústrias têxtis líderes de mercado no Equador.

Localizada na cidade de Quito, a FRANCELANA foi fundada em 1956, e desde então é referência no mercado equatoriano de produção de tecidos 100% lã e mesclas.

Com o intuito de melhorar sua gestão de custos e de processos, a empresa buscou no nosso módulo de controle de produção específico para o ramo têxtil, o meio para atingir uma eficaz gestão de produção.

Totalmente traduzido para o espanhol, e contando com as boas práticas de gestão do setor, e com muitos recursos gráficos e objetivos, o sistema COLET, em fase final de implantação já possibilita à empresa a extração de importantes informações e resultados.

A FRANCELANA torna-se assim a segunda indústria têxtil daquele país a contar com a tecnologia do COLET para a gestão de seus recursos produtivos.

foto RENE

Depoimento do Cliente:

O Assessor contábil e tributário da FRANCELANA, Sr. René Padilla, descreve abaixo em sua visão, como está sendo o processo de adoção e implementação do sistema COLET (traduzido por nós):

Durante meses Francelana esteve em busca no mercado equatoriano, por um sistema de controle de produção, lamentavelmente sem êxito. Entre as buscas, nos encontramos com uma empresa situada em Quito, do setor têxtil, que contava com o sistema COLET ha 2 anos. Através dela iniciamos os contatos e análises de demonstrações do sistema.

No mês de setembro de 2014, ao finalizar uma importante etapa de negocições, se iniciou a implementação do sistema com as pessoas envolvidas com o processo de produção.
Através de visitas de dois técnicos da empresa COLET, iniciamos os trabalhos de revisão, comparação e estrutura das fichas técnicas e relatórios necessários.

No momento o Sistema COLET esta implementado em uns 70%, e apesar de não estar implementado em sua totalidade, Francelana já pode evidenciar as grandes vantagens que oferece o sistema, já que ao eliminar processos manuais, se eliminam riscos de erros nos registros e processos de produção. Já ficou evidente que Francelana vai poder melhorar seus padrões de produção, produtividade e melhorar seus tempos de produção.

A estrutura do sistema e a abertura dos técnicos da COLET tem permitido que o sistema vá se adaptando as necessidades da Francelana, obviamente sem cair em simplesmente satisfazer os caprichos dos usuários.

Ivan J. MartinsDiretor Comercial

ivan@coletsistemas.com.br

Módulo MRP do Sistema COLET – v.2

Como sua empresa produz ? Orientada a estoque ? Somente mediante pedido ? Situação mista ? Produto semi acabado em estoque, acabado sob encomenda ? Produz por projeto ?

Em qualquer uma destas situações o sistema COLET está pronto para lhe ajudar. O novo módulo MRP do nosso sistema, agora na sua segunda versão,  reconhece todas estas situações, e consegue lhe informar quando, quanto e como produzir ou comprar cada um dos materiais necessários para atender aos seus clientes e à sua linha de produção.

Tudo isto de maneira muito simples, prática, de fácil entendimento. Através de consultas em tela, o sistema exibe a projeção de estoque dia a dia (no curto prazo), semana a semana (no médio prazo) e mês a mês (no longo prazo) de cada material, seja este comprado ou fabricado ou terceirizado.

Consulta MRP

Necessitando fazer uma análise mais detalhada, o sistema oferece o relatório de análise do perfil do item, que mostra detalhadamente a vida futura de cada um dos itens, destacando as Ordens de Compra ou de Fabricação que o cálculo do MRP projetou, bem como indicando através de mensagens eventuais antecipações, prorrogações e cancelamentos necessários sobre as Ordens já emitidas.

Consulta MRP 1

O setor de PCP obtém com isto uma ferramenta imprescindível para o bom andamento de sua produção. Eventuais mudanças de cenários são facilmente analisadas. A entrada de um pedido com prazo muito curto, por exemplo, é sinalizado de imadiato, o que permite o seu departamento comercial renegociar este prazo com o cliente, ou sua fábrica agendar mais recursos a fim de conseguir cumprir o prazo.

A grande novidade desta segunda versão do módulo MRP é que agora ele atende também à empresas que trabalham sob projeto, ou seja, aquelas empresas cujo produto é fortemente customizado conforme a solicitação do cliente. Os acessórios específicos são lançados diretamente no pedido, não na estrutura. A estrutura do produto desta forma fica enxuta, não exige a criação de uma variação do produto para cada cliente ou pedido. Estes pedidos, orientados a projeto, também têm um tratamento todo especial, e isto fica sinalizado em todas as telas e relatórios do sistema.

Leia o resto deste post

Lançado novo módulo de programação de Produção: MRP

Temos a satisfação de informar que uma nova forma de programação de produção está a disposição das empresas usuárias do sistema COLET Gestão Empresarial versão Manufatura: a programação pelos conceitos do MRP (Material Requirement Planning / Planejamento das Necessidades de Materiais). Esta nova maneira vem juntar-se à tradicional programação por Demanda Dependente / Estoque projetado, existente desde as primeiras versões do sistema COLET e que continua válida e adequada à empresas que tenham produtos de baixa complexidade.

O novo módulo é adequado a empresas com estruturas de produtos complexas. Ele utiliza-se 100% dos conceitos clássicos de MRP para projetar as necessidades de reposição por compra ou fabricação dos itens da empresa (Produtos finais, semi-acabados, componentes, misturas e matérias primas). Porém o faz com recursos inéditos de visualização e liberação de Ordens que tornam o entendimento do Plano Mestre de Produção muito mais fácil do que nos tradicionais sistemas MRP de grande porte.

Tela do Módulo MRP

Tela do Módulo MRP

As principais vantagens do novo modelo em relação ao anterior é que, diferente daquele método, o MRP calcula as necessidades de reposição de itens em qualquer nível da estrutura de produtos, sem a necessidade que os itens de nível superior já tenham sido programados. Além disto, é feita a análise das Ordens já liberadas frente à real necessidade de reposição, gerando alertas de necessidades ou possibilidades de antecipações, postergações ou cancelamentos de tais Ordens (de compra ou Fabricação). Também são gerados alertas de pedidos ou Ordens atrasadas que podem comprometer o planejamento se não forem tomadas atitudes adequadas. Tudo de forma simples, visual, de fácil compreensão, como todo o sistema COLET.

Leia o resto deste post

Acompanhe seus indicadores de gestão com o COLET Painel de Bordo

A COLET Sistemas tem o prazer de anunciar seu mais novo produto: o módulo COLET PAINEL DE BORDO.

O Painel de Bordo é um módulo opcional do ERP COLET Gestão Empresarial que implementa a obtenção, cálculo e exibição de forma gráfica de indicadores das mais diversas áreas da empresa, até mesmo de áreas não atendidas pelo nosso sistema de gestão (como por exemplo, área de RH).

Com o Painel de Bordo, a empresa tem em suas mãos uma poderosa ferramenta agregadora de informações. Os indicadores coletados podem ser exibidos de forma individual ou em forma de dashboard, em gráficos do tipo Voltímetro (ou velocímetro) e também em gráficos de linhas mostrando a evolução dos mesmos.

Leia o resto deste post

Novos vídeos do sistema COLET

Encontram-se na nossa página WEB novos vídeos demonstrativos de algumas facilidades e recursos do sistema COLET. Dê uma olhada lá para conhecer um pouco mais da nossa ferramenta de gestão.

Em breve, novos vídeos.

Veja os vídeos AQUI.

Análise do Lead Time de pedidos

Novo recurso do sistema COLET Manufatura permite que seja facilmente visualizado um resumo do Lead Time de pedidos, ou seja, os tempos médios decorridos entre a entrada dos pedidos de venda, a sua produção e a sua entrega, mês a mês. O programa ainda sinaliza quando estes tempos médios ultrapassam uma quantidade de dias parametrizada como a ideal ou desejada.

Image

O novo recurso foi implementado por solicitação de um cliente, mas está disponivel para todos os usuarios do sistema COLET. Ele é mais interessante para empresas que vendem e produzem sob pedido, porém outros tipos de empresa também podem se beneficiar.

%d blogueiros gostam disto: